A vizinha Gostosa e o balde

Sempre tive um tremendo tesão pela vizinha do apartamento ao lado.
Vivia pensando num jeito prá traçá-la.
Um dia , conversando com o marido dela, ouvi dele:
– Preciso pintar meu apartamento , mas trabalho o dia inteiro e chego cansado. Tentei contratar um pintor, mas o cara pediu os “olhos da cara”…

Aí tive a idéia:
– Não seja por isso. Estou de férias e pintar paredes é o meu hobby. Posso fazer o serviço pra você, com prazer…

O marido aceitou, feliz, a oferta.
Bom papo que sou, mal comecei a pintar o apartamento e consegui levar a mulher pra cama.
Só não esperava que o marido ia esquecer os documentos em casa e voltar, justo nesse dia.

A mulher, ouvindo o marido abrir a porta da sala, correu para o banheiro e o marido me encontrou peladão, no quarto, em cima da escada, dando umas pinceladas na parede…

Aos berros , perguntou:

– O que é isso, cara? ! … Começou pelo quarto, … e nu? !
– Ora, estou pintando de graça, começo por onde quiser.

– Mas nu?

– Queria que eu manchasse a minha roupa com tinta ? …

– E de pau duro? ! ? ! …

– E onde é que eu vou pendurar o balde?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email